• Design%20sem%20nome%20(2)_edited
  • Design%20sem%20nome%20(3)_edited
  • Amazon - círculo cinza
  • Twitter - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo
  • Facebook - círculo cinza
  • YouTube - círculo cinza

Leitura no Transporte Público

Atualizado: 31 de jan. de 2021



Olá! Como vocês estão?


Bem vindos ao Blog da Daia Vitoriano, aqui eu pretendo trazer matérias sobre vivências de leitura, experiência de escritora, sobre meus livros e vou falar um pouco mais sobre minha outra profissão que é ser Design Editorial! Além do blog, você pode assinar a minha newsletter Folheando com a Daia no final da página onde trago todo mês um conteúdo diferente e me seguir no Instagram e Twitter.


Bom, para estrear o blog, decidi compartilhar com você uma matéria que eu fiz há muito tempo sobre ‘Ler no transporte público’ em um antigo blog literário que eu fiz. Mas esse assunto ainda é muito presente nos dias de hoje.


Antes da pandemia e durante ela, é normal você sempre ver alguém lendo no ônibus, trem ou metrô e como leitor você gosta de ver que tem mais pessoas lendo, eu pelo menos enxergo desta forma. E também sempre tentamos descobrir qual livro ele/ela está lendo, às vezes você reconhece e pensa ‘Esse já li’, ‘Esta na minha lista de leitura’, etc.


Eu mesma posso dizer que sou uma leitora do transporte público. Todos os dias quando eu estava indo trabalhar (já que agora meu trabalho virou Home Office), lia meus livros e era desta forma que eu colocava minha meta em dia. Pois é... na ida e na volta eu tinha tempo e até mesmo disposição. Hoje, com a pandemia, estando em casa, meu índice de leitura caiu muito, antes eu lia por mês pelo menos uns 2/3 livros dependendo do tamanho, hoje é apenas 1 e olhe lá! (Triste realidade).


Mas, tirando isso, como todo leitor de transporte público, passamos por alguns momentos desagradáveis e constrangedores. Cito algumas delas abaixo:


♦ Você está concentrado em capítulo muito importante e uma pessoa senta ao seu lado conversando ao telefone em voz alta.




♦ Você está lendo e te atrapalham de um modo físico, como por exemplo, você está no assento do corredor e alguma pessoa acidentalmente coloca a bolsa na frente da sua leitura ou simplesmente interrompe sua leitura passando algo para a pessoa da janela sem se importar se você está lendo ou não.




♦ Livros emocionantes têm certas partes que são difíceis de segurar as lágrimas. Quantas vezes já segurei o choro no ônibus? Afinal, alguém com certeza irá olhar para mim e pensar “O que ela tem?”.



♦ Momentos divertidos e a vontade de rir alto também é um dos momentos constrangedores quando sem querer, o riso sai.




♦ Dormindo lendo... Tem dias que simplesmente levanto cansada e o livro torna-se o auxiliar da soneca, você se perde na página que esta lendo enquanto suas pálpebras devagarzinho vão se fechando. Depois, você tem que reler novamente o capítulo inteiro para entender o que realmente se passou.



♦ Mexe...Mexe... Você está dentro do ônibus tentando ler, mas o ônibus não colabora e as palavras se tornam soltas, realmente é uma grande aventura tentar acompanhar quando o ônibus passa por buraqueiras.




♦ Quando você está lendo, e percebe que a pessoa próxima de você está lendo junto com você.



♦ Capas um pouco chamativas, principalmente romance erótico. A cara das pessoas quando veem o estilo é engraçado.



♦ Etc, Etc...


É, realmente tem várias coisas que podem aparecer nesta lista, às vezes um fone de ouvido e uma boa playlist resolve completamente tudo. Eu, sinto-me confortável quando escuto música e leio, faz com que eu fique mais submersa a leitura do que ouvir o que está acontecendo ao meu redor. Mas são poucos que conseguem manter o foco em ambas as coisas.


Apesar de ter pessoas que não conseguem ler em transporte público, pois prefere um ambiente mais calmo e relaxado, o livro nessas horas torna-se um ótimo passatempo. Convenhamos... ficar preso em um congestionamento e ter nada para passar o tempo... é realmente chato. O livro faz com que o tempo flua mais rapidamente, quando você vê já está perto do ponto que irá descer.


O mais bacana disso tudo são os projetos que incentivam as pessoas a lerem no transporte público (Alguns estão paralisados devido à pandemia).


Veja alguns:



Livro na Faixa - Os terminais urbanos recebem livros de literatura universal para estimular o compartilhamento gratuito dos títulos entre os usuários. Não é preciso ficar sócio, fazer inscrição ou ter carteirinha, o usuário apenas escolhe o livro, leva para ler e depois pode deixar esse ou outros exemplares na estante para dar oportunidade de leitura para outras pessoas. As estantes estão instaladas em alguns terminais de São Paulo. Confira AQUI



Leitura na ViaQuatro/ViaMobilidade: Concessionárias responsáveis pela operação e manutenção das linhas 4-Amarela e 5-Lilás de metrô de São Paulo, as campanhas de incentivo à leitura são uma constante nas linhas desde que os nichos para livros foram instalados - na ViaQuatro, em 2016 e, na ViaMobilidade, em 2019. Para embarcar nas histórias de um bom exemplar, basta o passageiro escolher um volume e seguir viagem. Não é necessário fazer qualquer tipo de cadastro.



Cultura no Ônibus – Criado por Antônio Conceição Ferreira - um cobrador de ônibus do Distrito Federal - que é apaixonado por livros e que tinha um objetivo na vida, levar mais cultura e literatura para as pessoas, com isso nasceu o ‘Cultura no Ônibus’, um projeto que atua desde 2003 em ônibus do Distrito Federal e desde 2015 a Viação Piracicabana apoia o Projeto. O Projeto conta com estantes dentro dos ônibus e ainda um Espaço Cultural na Rodoviária do Plano. Atualmente o projeto está presente em 369 ônibus. Saiba mais AQUI



Pegaí Leitura Grátis - é uma iniciativa sem fins lucrativos, não governamental, criado em julho de 2013 na cidade de Ponta Grossa, no Paraná, e mantido por um grupo de pessoas apaixonadas por leitura e que acreditam que os livros não podem ficar guardados nas estantes, privados de serem lidos. O projeto possui Pontos de Coleta (onde as pessoas podem doar os livros e devolver os livros) e Estantes Permanentes (onde livros sem leitores se tornam de leitores sem livros) espalhados pelo estado. Saiba mais AQUI


É ótimo saber da existência de projetos que visam o incentivo à leitura e que está cada vez mais presente pelo Brasil e olha que pesquisei apenas o que tinha relação com o transporte público, porque se eu realizasse uma pesquisa mais profunda e abrangesse mais, encontraria dezenas de projetos de todos os tipos por todo país e o que dirá do mundo.

Espero que tenham gostado deste post e tenham gostado de ter conhecido esses projetos maravilhosos!


Tem algum projeto de leitura na sua cidade ou já teve algum constrangimento ao ler no transporte público? Compartilhe comigo, comente!


Obrigada pela atenção e até a próxima.




14 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo