• Design%20sem%20nome%20(2)_edited
  • Design%20sem%20nome%20(3)_edited
  • Amazon - círculo cinza
  • Twitter - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo
  • Facebook - círculo cinza
  • YouTube - círculo cinza

Agradando os fãs, o famoso fanservice

O que não fazemos para agradar os fãs, não é mesmo?


Por: Daia Vitoriano

Olá leitores, como vocês estão?


Vem cá, você também tem o senso de fã? Seja por filme, série, atores, músicos ou livros?


Então você já deve ter ouvido falar do termo fanservice em algum momento! Seja pelo próprio fandom ou em sites de entretenimento.


Traduzindo Fanservice é “serviço ao fã” esse termo se tornou muito popular na indústria do entretenimento, e quando você menos imagina, pode estar presente na sua série, filme, música, livro, anime preferido, etc...

Mas você sabia que esse termo se originou na cultura japonesa, principalmente nos animes e mangás?


Pois é, o fanservice lá no Japão tem como fama trazer elementos desnecessários que tem como objetivo entreter o público (em sua grande maioria masculino), e tem até uma categoria em animes dedicada totalmente a ela.


No Kpop o fanservice é muito presente nos grupos, principalmente em shows, fanmeetings e programas de variedades. Se você é fã de kpop, com certeza já shippou muitos integrantes e até mesmo já fez fanfics por conta disso!


Esse tipo de “serviço ao fã”, principalmente no Oriente é muito ligado a sensualidade.

Já por aqui, podemos dizer que tem momentos mais sutis, como:

  • A aparição de um personagem de outro universo (famoso crossover)

  • Mudanças no roteiro de uma série de longa data

  • Junção de casais que estão sendo muito shipados pelos fãs

  • Entre outros... Ok, não é tão sutil assim!

Mas você sabia que ao realizar o fanservice pode ser algo perigoso na narrativa?


Mesmo que esteja fazendo isso pelos fãs, como uma estratégia para manter o público fiel, e quem sabe se tornar hype, isso não quer dizer que todo mundo vai gostar das mudanças, pois você estará atingindo um determinado público, não ele como um todo.


Algumas séries famosas acabaram indo por esse caminho e algumas delas falharam com essas jogadas.


A emissora CW, que tem diversos nomes conhecidos detêm o título de rainha do fanservice. Se você já assistiu alguma série dela, vai entender.


Recentemente tivemos bons fanservices na mídia, grande exemplo disso é o Homem-Aranha: Sem volta pra casa que foi literalmente um filme para os fãs, ganhando uma proporção tão grande que se tornou um dos filmes mais assistidos do mundo!


Outro exemplo são os fanservices estilo homenagem como é o caso de De volta a Hogwarts e Cobra Kai. Quem não ama uma nostalgia?


Mas até que ponto os criadores precisam ir para agradar os fãs?


Na minha opinião, ter o envolvimento do fandom é importante e agradá-los também, mas tem que ser uma estratégia muito bem pensada! Não ir apenas pelo simples fato da conquista da audiência/leitores.


Mesmo que sua história agora seja do mundo, ela continua sendo seu fruto, e alguns limites precisam ser tomados. Já os fãs, a imaginação pode correr a solta nas famosas fanfics.


E aí, curtiu esse post? Se foi interessante pra você deixe 🤩 nos comentários!

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo